Tendências em tecnologia para hotéis de 2019 para estabelecimentos independentes

LinkedIn +

Muitos artigos sobre as tendências em tecnologia para hotéis costumam manter o foco em avanços revolucionários e de vanguarda que talvez apenas uma pequena parte de hotéis de elite considere explorar. Por mais empolgantes que sejam, esses artigos muitas vezes acabam se esquecendo dos estabelecimentos menores e sem marca e das tendências em tecnologia para hotéis que definem o seu percurso rumo ao mundo digital.

Um artigo técnico da Phocuswright forneceu os dados necessários para ajudar a resolver esse desequilíbrio de informação. Publicado no início deste ano, o relatório apresenta os resultados de um estudo de 2018 sobre as práticas comerciais de hotéis e estabelecimentos independentes nos dias de hoje.

Um dos temas cruciais abordados no artigo foi a tecnologia para hotéis: quais tecnologias para hotéis estão sendo usadas pelos hoteleiros, quais sistemas eles ainda precisam adotar e quais barreiras ainda impedem a adoção dessa tecnologia no setor.

O estudo revelou informações essenciais sobre as reais tendências em tecnologia para hotéis de 2019, com um foco exclusivo nos estabelecimentos independentes e no uso atual que eles fazem dos sistemas disponíveis.

A seguir, apresentamos os principais destaques desse artigo.

As tecnologias para hotéis mais utilizadas em 2019: sistemas focados em distribuição básica

De acordo com o estudo, os únicos sistemas de tecnologia para hotéis que estão sendo bem utilizados entre os hoteleiros independentes são os motores de reserva na internet e os sites (otimizados) para mobile.

Em ambos os casos, 63% dos entrevistados já adotavam o sistema. Entre os estabelecimentos independentes sem um site para mobile, 18% dos participantes afirmaram que pretendem adotar um no futuro. Do mesmo modo, 24% dos hoteleiros sem um motor de reserva responderam que planejam implementar um.

Gráfico mostra a tecnologia para hotéis mais utilizada entre hoteleiros independentes

O uso futuro da tecnologia para hotéis prioriza a distribuição

Além de mais sites e motores de reserva, os estabelecimentos independentes também querem começar a aproveitar outras tecnologias para hotéis relacionadas à distribuição a curto prazo.

Um quinto dos entrevistados (20%) citou que tem planos de adotar um aplicativo para dispositivos móveis no seu portfólio de tecnologia para hotéis. De acordo com os autores do artigo, um aumento previsto no uso de sistemas de gestão de canais (17%), sistemas de gestão de receitas (13%) e sistemas de gestão do relacionamento com clientes (13%) nos próximos dois anos também deve ajudar os estabelecimentos independentes a ampliar os seus negócios.

Os sistemas operacionais são extremamente subutilizados

Ao contrário dos sistemas focados na distribuição, os sistemas de gestão de estabelecimentos (PMS) são extremamente subutilizados entre os estabelecimentos independentes – uma tendência preocupante que provavelmente não mudará em um futuro próximo.

Dos hoteleiros entrevistados, apenas 37% adotavam um sistema de gestão. A maioria dos quase 60% restantes afirmou que, além de não ter um PMS, também não tem planos de adotar um.

A falta de um sistema moderno pode prejudicar (ou pelo menos complicar) qualquer tentativa de aumentar as reservas diretas. Se um hoteleiro ainda estiver usando papel e caneta ou outros métodos desatualizados para realizar as operações diárias, será extremamente difícil que ele possa dedicar algum tempo para efetivamente utilizar as suas tecnologias de marketing e distribuição.

Pode-se argumentar que a gestão de estabelecimento simplificada e digital seja a base para atividades de distribuição digital mais avançadas.

Barreiras que impedem a utilização de tecnologias para hotéis por estabelecimentos independentes

O outro lado das tendências em tecnologia para hotéis são os motivos pelos quais alguns sistemas ainda não foram amplamente adotados. O artigo também fornece algumas informações sobre isso.

Quando perguntados sobre os principais obstáculos encontrados para a adoção dessa tecnologia, os entrevistados identificaram “vários problemas inter-relacionados”. O mais significativo foi o custo. Quase metade (45%) dos hoteleiros independentes que participaram da pesquisa respondeu que os sistemas eram muito caros.

Um número significativo (40%) de hoteleiros independentes simplesmente não teve tempo para avaliar as ferramentas e soluções e 35% dos entrevistados admitiram não estar cientes das opções disponíveis.

Gráfico mostra as barreiras para a adoção da tecnologia para hotéis entre hoteleiros independentes

Os autores do artigo observaram que “muito poucas barreiras estão relacionadas à tecnologia em si”.

Eles apontaram que apenas um pequeno número de entrevistados (22% e 11%) citou desafios técnicos com os sistemas como obstáculos para a adoção, sugerindo que a tendência em tecnologia para hotéis está cada vez mais fácil de usar e de ser implementada.

Outras barreiras como dinheiro, desconhecimento e falta de informações podem explicar por que muitos provedores de tecnologia para hotéis agora estão focados em soluções econômicas desenvolvidas especificamente para estabelecimentos independentes.

Todos os dados do estudo estão no artigo Independent Properties in the Online Marketplace. Clique aqui para ler o artigo gratuitamente.

 

Assuma o controle do perfil do seu estabelecimento

Saiba mais

 

Especialistas do trivago e da Phocuswright também discutiram em detalhes os resultados desse estudo em um Webinar recente. Todos que não tiveram a chance de participar do Webinar podem assistir ao vídeo aqui.

COMPARTILHE:

Deixe uma resposta