5 principais tendências de viagens em família para que o seu conquiste este tipo de viajante

LinkedIn +

O mercado de viagens em família tem ganhado cada vez mais espaço e a previsão é de um crescimento de 25% até 2022, como divulgado pela GlobalData no estudo “Key Trends in Family Travel”. Em outro estudo, “Summer Travel Trends”, a ThinkwithGoogle afirma que as “buscas relacionadas a férias em família registraram o maior crescimento ano a ano”. E o seu hotel? Está preparado para receber famílias e aproveitar os benefícios dessa onda de viajantes?

Se ainda não estiver, chegou a hora de lançar ofertas e promoções para atrair famílias para o seu hotel. Crie também um ambiente em que as famílias se sintam bem-vindas no estabelecimento.

No entanto, o comportamento das pessoas que viajam em família hoje em dia é totalmente diferente do observado no passado. Das famílias que optam por viagens multigeracionais à geração alfa, cada vez mais influente nas decisões de viagem, o conceito de viagem em família está mudando rapidamente. Por isso, é essencial entender o que as famílias de hoje querem e esperam de um hotel pensado para elas.

Confira este artigo para conhecer as tendências e principais informações do trivago sobre viagens em família* que podem ajudar você a preparar o seu hotel para recebê-las:

1. Famílias adoram diversão

As famílias viajam para se divertir e criar momentos inesquecíveis juntas. E estadias confortáveis contribuem para lembranças positivas. Informações do trivago* mostram que, ao procurar a acomodação ideal online, as famílias preferem estabelecimentos de 5, 4 ou 3 estrelas com excelentes avaliações.

Acesso fácil a atrações de lazer e benefícios específicos também são fundamentais. De acordo com as informações do trivago*, as famílias optam por acomodações com piscina, praia particular ou próximas à praia. Além disso, programas de TV para família, café da manhã de cortesia e lavanderia no local são essenciais.

Mas essas comodidades básicas são suficientes para que o seu estabelecimento se destaque da concorrência? A seguir, mostramos como criar estadias experienciais para toda a família.

2. Famílias estão interessadas em viagens experienciais

Para a maior parte das famílias ao redor do mundo, as viagens são uma tradição irrecusável. Apesar disso continuar sendo verdade, os destinos escolhidos hoje em dia para esse tipo de viagem são bem diferentes daqueles tradicionais.  É por isso que hoteleiros como você devem oferecer algo mais para vencer a concorrência.

As famílias de hoje não querem apenas conhecer atrações turísticas, mas viver experiências. Para elas, sair de férias significa passar um pouco de tempo junto participando de atividades de lazer que vão ficar na memória. De acordo com o Forbes Travel Guide, “quando viajamos com outras pessoas, compartilhar experiências é sem dúvida a melhor opção”.

Para proporcionar estadias experienciais para famílias, ofereça uma área infantil, jogos para famílias, serviços de babá, aluguel de cadeiras de praia e brinquedos de piscina de cortesia, parque temático, campo de minigolfe, eventos com jogos de tabuleiro, biblioteca infantil, serviço de entrega de fraldas e alimentos para bebês, entre outros.


Quer receber todas as notícias em sua caixa de entrada?
Inscreva-se para receber nossa newsletter hoje mesmo!


3. Cada vez mais famílias optam por experiências educativas

Foi-se o tempo em que ter filhos significava menos viagens e aventuras para os pais. Atualmente, é cada vez maior o número de famílias que tira um sabático para viajar e entrar em contato com outras realidades, aprendendo e vivendo experiências (um fenômeno conhecido como edventura).

Enquanto a maioria das famílias costuma viajar por alguns meses e procurar o hotel ou a opção de aluguel por temporada ideal para a sua aventura, outras optam por viagens menos tradicionais e trocam um ano ou dois de trabalho ou escola por férias mais longas.

4. A geração alfa tem sempre mais influência sobre as decisões de viagem

A publicação Trends in Family Tourism mostra que “hoje em dia, as crianças são consumidores sofisticados. Os estabelecimentos reconheceram rapidamente que a diferença de idade cada vez maior entre as crianças é algo bastante marcante, o que justifica os produtos e serviços feitos especialmente para pré-adolescentes que já se sentem mais adolescentes e adultos”.

Isso mostra claramente que, apesar de jovem, a geração alfa, representada pelos nascidos após 2010, tem já as próprias ideias e opiniões, além de ter uma grande influência nas decisões familiares, incluindo viagens. O estudo Gen Alpha & Family Travel Trends, conduzido pela Northstar Research Partners, afirma que “apesar das decisões finais serem tomadas pelos adultos, a geração alfa influencia as escolhas feitas. Nas viagens em família com filhos dessa geração, a seleção do destino (64%) e as atividades da viagem (57%) são as principais preocupações”.

5. Aumento das viagens multigeracionais

À medida que cada vez mais baby boomers e pessoas da geração X saudáveis e com disposição se tornam avós, viagens que pulam uma geração (conhecidas como “gramping”) e/ou multigeracionais ganham mais espaço. Esses viajantes buscam férias cheias de diversão com os netos para reforçar os vínculos familiares e viver momentos inesquecíveis.

O Telegraph, em suas notícias de viagem, fala sobre gramping e menciona que “um número cada vez maior de famílias opta por passar as suas férias entre três gerações não só para economizar nos custos com babás e creches, mas também para manter os laços entre familiares de diferentes idades”.

 

Mostre ao mundo o que há de melhor no seu estabelecimento.

Saiba mais

 

Você está preparado para transformar seu hotel em um ambiente ideal para famílias? Deixe a sua resposta na seção de comentários abaixo.

__________

*Informações do trivago: os dados se baseiam no comportamento de busca de hotel dos viajantes no trivago entre 01/09/2018 e 01/09/2019. Os dados do relatório se baseiam em sessões de filtros com buscas que incluem no mínimo uma criança e quarto tipo família. Os percentuais foram arredondados.

Uma versão deste artigo foi publicada originalmente em dezembro de 2016

Imagem destacada: Oleksandr Pidvalnyi em Pexels

COMPARTILHE:

Deixe uma resposta